domingo, 1 de maio de 2011

O que é uma mãe?

Mãe é uma figura, uma ideia, uma vida divina...
Nem todas são mães.
Mãe é aquela que está.
Mãe é quem surpreende, 
quem aparece no dia que você está triste,
quem ama acima de tudo.
Mãe é leoa, é selvagem, é feroz...
Não hesita em entrar numa briga para defender sua cria ou para ensinar.
Mãe tem coração, tem alma, tem espírito, tem fé, tem amor, tem Deus dentro de si...
Mãe é uma imagem sagrada.
Mãe é um olhar de conforto.
Mãe é o abraço em dia de desespero.
Mãe é a quebra da solidão quando o telefone toca.
Mãe é esperança.
Mãe é olhar e encontrar.
Mãe é um sorriso.
Mãe é beleza.
Mãe é imperfeita.
Mãe é mulher, mas não simplesmente a mãe...
Mãe é avó,
Mãe é professora,
Mãe é escritora,
Mãe é psicóloga,
Mãe faz história.
Mãe é almoço ao ar livre no domingo ensolarado,
Mãe é redenção.
Mãe é quem acolhe a criança com medo do escuro que grita,
Mãe nunca chega atrasada na hora da saída da escola...
Mãe é quem busca os filhos.
Mãe é quem se importa com os filhos.
Mãe é quem alimenta a alma.
Mãe é uma proteção.
Mãe é uma oração.
Mãe é uma saudade.
Mãe ensina a voar, mesmo querendo que você jamais saia do ninho.
Mãe é presença, pois do contrário não pode ser mãe.
Mãe é uma certeza, jamais incerteza.
Mãe erra, mas se esforça para consertar.
Mãe é reunião.
Mãe é doce, gentil, amiga...
Mãe é vocação.
Mãe salva.
Mãe não mata, não abandona, não escolhe o melhor para si...
Mãe sofre, fica, aguenta...
Mãe cria um mundo perfeito, mesmo que lá fora tudo esteja desmoronando.
Mas uma mãe jamais deixa sua prole sentir-se só.
Mãe é quem doa, mãe abdica.
Mãe responde, mãe jamais ignora.
Mãe é quem lê antes de dormirmos.
Mãe aquece como cobertor em dia de frio.
Mãe sacia a fome.
Mãe acalma, mãe é calma.
Mãe é uma palavra?
Mãe é uma pessoa?
Mãe é um significado?
Mãe é plural.