domingo, 3 de outubro de 2010

Título na mão e o Brasil no coração!

É isso aí, pessoal! Mais uma eleição democrática em nosso país. Fiquei pensando hoje que nem sempre foi assim... Senti-me feliz por ser uma cidadã brasileira e poder expressar minha opinião através do voto. Senti orgulho daqueles que lutaram contra a ditadura, contra a censura... Por causa deles, temos o direito de escolher e isso é maravilhoso.

Muita gente já sofreu por causa daqueles que torturavam quem tinha uma opinião contrária ao regime ditatorial. Por isso, eu me indigno com as pessoas que falam mal daquelas que têm uma opinião e a expressam livremente. Uma dica é: façam a campanha para os seus candidatos ao invés de criticar os que estão fazendo campanha para os candidatos adversários. Isso sim é viver democraticamente - sem CENSURAR o seu próximo - que considero o mesmo que ferir alguém.

Talvez a política não seja tudo aquilo que esperamos que ela fosse, tem muita corrupção por trás de cada governo, mas, apesar de ser esta uma triste realidade, é necessário votar e manter a esperança. Quando um governo não dá certo, podemos trocar na próxima eleição e é assim que funciona a democracia e é assim que deve ser.

Hoje votei pela primeira vez. Usei meu título. Vi o rosto de quatro candidatos na tela da urna eletrônica (criação brasileira da democracia) e votei na legenda para os deputados do partido de um cara (já falecido) que fez muito pela educação do RS. Senti-me feliz ao participar de algo importante para o destino do país. Se cada pessoa pensasse assim, ficaria um pouco mais contente ao ir votar e refletiria mais sobre essa responsabilidade.

Decidi votar somente após completar 18 anos e fiz a escolha certa. Hoje, com um pensamento mais crítico, consigo ver com os meus próprios olhos aquilo que é bom e aquilo que não é. Acredito no Brasil.