sábado, 23 de outubro de 2010

Algo medíocre...


Escreverei algo medíocre antes de fechar os olhos nesta inútil madrugada...

"Encontrei meu banco,

meu canto,
recanto no campo,
no campus...
Tudo lá é verde:
o chão,
o teto,
as paredes,
o ar e até a poeira.
Se está quieto se pode ouvir
os sons não escritos e
sentir o ar de luzes coloridas...
Lugar que sempre há de estar,
pois somente eu sei onde e quando
encontrar aquilo que é meu 
pranto mais controverso de tranquilidade."