sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Constatações tecnológicas...

Estou aqui no Campus do Vale tomando um café com a minha mãe e acessando a Internet Wireless da UFRGS através do netbook dela. Mundo moderno... É... A tecnologia a que temos acesso é incrivelmente surpreendente e indispensável à vida de uma pessoa do século XXI que quer estar inserida no apressado desenvolvimento que vivenciamos. No entanto, ainda ela me parece tão precária perto do que poderia ser. Redes lentas e sobrecarregadas não combinam com a dimensão de informações e urgência por novidades que o ser humano busca hoje em dia. 

Sempre imagino que em outro lugar há sempre algo mais dinâmico, que está disponível para facilitar ainda mais alguma necessidade humana moderna. Talvez eu esteja errada, talvez não... Porém, a verdade é que não podemos mais imaginar a nossa vida sem inúmeros aparelhos cheios de botões e funções que nasceram para estender as potencialidades do homem e tornar menores as distâncias entre as pessoas. Algumas pessoas dizem que tanta facilidade atrapalha de certa maneira a maneira como adquirimos o nosso conhecimento. Pode ser. Hoje em dia é mais difícil para nós jovens nos concentrarmos em apenas uma atividade, pois queremos estar conectados a várias... De qualquer forma, a mudança já ocorreu e a geração conectada tende a crescer.

Ao chegar da universidade, sempre checo os meus e-mails e as minhas redes sociais. Faz parte da rotina. É algo tão natural quanto escovar os dentes. Para tentar estabelecer uma explicação, utilizo-me de um dos conceitos de aquisição de linguagem da aula de hoje: recebemos determinadas informações repetidamente até que se tornem hábitos... Bem, encerro por aqui o post que inaugura a tag tecnologia. Estou assistindo a uma aula da minha mãe agora. Enquanto ela tenta entender alguma coisa sobre Economia (para mim, o professor está falando mandarim), eu fico navegando no netbook dela. Aliás, um fato curioso aconteceu ao chegar neste prédio... O elevador - que mais parecia o interior de uma geladeira - produziu um som estranho e se acomodou de maneira brusca ao parar no andar das salas de aula da minha mãe. Ultrapassado, assim como a maioria dos nossos primeiros computadores, ele já se mostra ineficiente ao agitado mundo tecnológico.

Boa noite, internautas! 

Tenham ótimas conexões durante o final de semana e que a rede, pelo amor do santo provedor, não caia!