segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Eu vou lê-lo...

Como um livro, eu vou lê-lo... 
Não se dê ao trabalho de me apresentar uma capa enfeitada com letras douradas, 
Eu procuro o seu conteúdo.
Quero decifrar suas entrelinhas,
Descobrir seus segredos,
Viajar através dos seus mundos...
Não quero que você me dê uma receita,
Não gosto de seguir regras...
Eu crio as minhas estratégias,
Faço minhas próprias deduções,
Ultrapasso qualquer obstáculo que surgir em minha leitura sobre você...



* Não sei no que estava pensando quando escrevi essas linhas estranhas, mas quando acordei elas já estavam fervilhando em uma página de cor branca...