sábado, 31 de julho de 2010

Não sou boa com números...

Bah, navegando pelo Orkut, deparei-me com uma comunidade que tem tudo a ver com uma estudante de Letras como eu:

"Não sou boa com números..."

Ao ler a descrição da comunidade, encantei-me com o texto que encontrei... Leia abaixo:



"Não sou boa com números, com frases feitas e com morais da história. Gosto do que me tira o fôlego. Venero o improvável. Almejo o quase impossível. Meu coração é livre, mesmo amando tanto. Tenho um ritmo que me complica. Uma vontade que não passa. Uma palavra que nunca dorme. Quer um bom desafio? Experimente gostar de mim. Não sou fácil. Não coleciono inimigos. Quase nunca estou pra ninguém. Mudo de  humor conforme a lua. Me irrito fácil. Me desinteresso à toa. Tenho o desassossego dentro da bolsa. E um par de asas que nunca deixo. Às vezes, quando é tarde da noite, eu viajo. E, sem saber, busco respostas que não encontro aqui.  Ontem, eu perdi um sonho. E acordei chorando, logo eu que adoro sorrir. Mas não tem nada, não. Bonito mesmo é essa coisa da vida: um dia, quando menos se espera, a gente se supera. E chega mais perto de ser quem, na verdade, a gente é!"

Para mim, o texto é de muito bom gosto e parece que foi feito para jovens que, como eu, são princesas modernas! Então, vamos aos créditos! O texto é de autoria de Fernanda Mello... Pesquisando mais um pouquinho, descobri que ela é publicitária, compositora e escritora! Aliás, ela lançou seu primeiro livro de crônicas e poesias, Princesa de Rua, que está à venda pelo blog Livro Princesa de Rua... Às interessadas, uma visitinha aos espaços virtuais da moça de Belo Horizonte será um passeio inesquecível em meio a palavras que falam diretamente com nossos sentimentos!